quarta-feira, 13 de novembro de 2013

12 de Novembro - Dia Mundial do Hip-Hop



           Este final de ano está repleto de programações para a Cultura Hip-Hop de São Miguel dos Campos. Neste dia 12 de Novembro (terça-feira) a Cultura Hip-Hop completou 39 anos de existência, e para comemorar essa data tão importante fizemos uma programação especial na Casa da Cultura de nossa cidade reunindo Rappers, Bboys/dançarinos, Graffiteiros e simpatizantes do hip-hop, para a exibição do Documentário: "A Cultura Hip-Hop vive em Alagoas" produzido por Zazo (Kzebre Filmes - Maceió / Posse Atitude Periférica).

          Confiram abaixo um trecho das imagens deste documentário.



          O doc foi produzido em 2 anos, com aproximadamente 1 hora e 40 minutos de duração, os depoimentos e registros de telejornais, fotos e videos de eventos de algumas cidades alagoanas, contam  a história da Cultura Hip-Hop no estado de Alagoas, que em 2014 completará 30 anos, além de levantar várias discussões e mostrar a realidade da periferia e das dificuldades daqueles que há anos vem lutando para manter a cultura viva e repassá-la para as novas gerações.




          O evento foi gratuito e mais de 50 pessoas prestigiaram nossa programação, que contou com roda de breaking, apresentações de Rap com MC Boo e Ícaro Daine, dança com Resgate Crew e ainda um debate após a exibição do documentário, no qual refletimos sobre nossa história e atitudes na sociedade, enquanto membros desse movimento cultural e social.

          Agradecemos a parceria da Prefeitura Municipal de São Miguel dos Campos, por entenderem o evento e colaborarem cedendo espaço e alguns recursos para que o evento se concretizasse.


Wallace Procópio
(Blog Hip-Hop Miguelense)

domingo, 10 de novembro de 2013

Aconteceu o 2º SM Day Break (03/11/13)





          No dia 03.11.13 aconteceu a 2ª Edição do SM DAY BREAK, uma batalha de Breaking  organizado pelo B.boy DavidK no palco da praça de Multi-eventos de São Miguel dos Campos. Mesmo sendo um dia de muita chuva, o evento contou com vários B-boys de São Miguel dos Campos, Pilar e Boca da Mata.

         A batalha foi 1x1, como jurados foram convidados o B-boy Babidi, Wallace Procópio (Resgate Crew) e B-boy Coroa (Maceió), e o vencedor foi o B.boy Jackson Lucas (São Miguel dos Campos) e em segundo lugar o B-boy Sapatinho (Pilar).

          O evento também teve RAP, representado MC Boo, que lançou sua nova música CRACK e cantou outras do antigo grupo Gueto Hélio 1.



          A cultura Hip-hop mais uma vez mostrando as caras em São Miguel dos Campos; Vemos que o que estava adormecido está apenas acordando aos poucos. Vem mais por aí.


Saiba Mais:

Alysson Bruno
(Equipe Blog Hip-Hop Miguelense)

sábado, 26 de outubro de 2013

Grupo de RAP miguelense Ice$ Jok (GH1) encerra sua trajetória depois de 2 anos, com uma grande festa entre amigos.



          Com o apoio do Blog Hip-Hop Miguelense, DISBEC, JL Forro de PVC, Armarinho e Papelaria Menor Preço, Dynamus Espaço de Dança, Casa da Cultura de São Miguel dos Campos, DJ Wellington Roots, DOS MANOS, Marcos Bombons, Supermercado Martins e alguns amigos, dia 22 de outubro aconteceu na Casa da Cultura de São Miguel dos Campos a festa de comemoração do aniversário de dois anos do grupo de RAP miguelense Gueto Hélio 1.

          Com apresentações de RAP e de dança, compareceram grandes figuras do Hip-Hop Miguelense, como: Ícaro Daíne e convidados, Resgate Crew apresentando o fragmento do espetáculo: “Nas Batidas do Coração”, amigos do grupo de break “SM Nation” e DJ Wellington Roots também marcou presença.



          Uma galera do Skate também marcou presença na festa, eles: O pessoal da marca “ÍCONE”, a rapa da marca “Sequencia Skateboard” e também o pessoal da marca “Dos Manos” que patrocinou uma camisa da marca e um moletom da Myllys Skateboard, para o sorteio.

          Teve a apresentação do mixer do Luíz Henrique (Pinguim) e do Alysson Bruno (Boo) na música “O Hino – Fernandinho”, mas antes uma palavra de Deus. Não foi um evento evangélico, mas havia pessoas que eram cristãs e que tiveram a oportunidade e dar uma palavra de Deus e fazer uma oração por nós. Sempre buscando fazer a diferença o Hip-Hop cristão tenta influenciar quem está no mundo a fazer o que é certo, com Deus acima de tudo, buscamos mostrar que não somos “cafonas” em seguir a Deus e que ainda somos do Hip-Hop, só que com a salvação.


          Houve também um Freestyle de RAP, logo depois um coffee break para os convidados, foi disponibilizado dois tablados para os b-boys dançarem. Algumas meninas também aproveitaram a vibe e decidiram cantar RAP e agitou a galera presente, Alícia Leandra cantando um RAP gringo e Mayara dos Santos cantando um RAP Cristão.  Também aconteceu o lançamento do tão esperado clipe do Gueto Hélio 1, da música “Você Menina” e mais ainda um vídeo retrospectivo do grupo.




          O GH1 também se apresentou com as músicas “Sonho”, “Aprendi”, “Me Desculpa Amor” e “Momentos”, contando com a música nova do MC Boo, “CRACK”.

         O evento teve inicio as 19:30 hrs até as 21:30 hrs na terça-feira, não houve bebidas alcoólicas ou drogas lícitas ou ilícitas. Foi Hip-Hop, fluiu Hip-Hop naquele lugar, fluiu a presença de Deus e a vibe ali dentro era reconfortante. Por fim, o anúncio do término do grupo, os integrantes tomaram suas decisões e anunciaram no final da festa. Cada um seguirá carreira solo, não houve discussões e eles ainda continuam amigos.


Alysson Bruno
(Equipe Blog Hip-Hop Miguelense)

Fotos: Alysson Rafael (Kbça)

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Vem aí o 2º SM Day Break



No dia 3 de Novembro, a partir das 14 horas, acontecerá o 2º SM Day Break, evento competitivo de Breaking 1x1 em São Miguel dos Campos, na quadra da Escola Mário Soares Palmeira. 

As inscrições custarão apenas R$ 5,00 e haverá premiação para 1º e 2º colocado. Além do domínio da dança, a musicalidade de cada B.boy será a principal característica a ser jugada pelos jurados (B.boy Dil, Wallace Procópio e outro Jurado Surpresa).

Esperamos a presença de todos para prestigiarem os B.boys miguelenses que irão competir.


Confira o que rolou na primeira edição desse evento em 2011.



Org.: Daven e Alex Garcia 
Mais informações: 9150 3553

domingo, 6 de outubro de 2013

11ª Mostra Alagoana de Dança contribui para a divulgação e intercambio dos grupos de Danças Urbanas




           A Mostra Alagoana de Dança é um evento anual, iniciado em 2011 por Karina Padilha Rebelo e desde a 7ª edição tem sido realizada pela Secretaria de Estado da Cultura de Alagoas, que chega em 2013 a sua 11ª edição e que ocorreu em duas etapas: 1 - Interior (São Miguel dos Campos, Arapiraca, Viçosa, Coruripe e Barra de São Miguel dos Campos) e, 2 - Maceió. 



          O evento articula grupos de várias vertentes e estilos de danças na programação e proporciona aos mesmos o intercâmbio com dançarinos de outros grupos e, além de divulgar grupos noutras cidades, permite a experiência de se apresentarem no melhor palco do estado, o Teatro Gustavo Leite (No Centro de Convenções). E ainda, estimula nas cidades por onde é realizada, a formação de um público interessado em apreciar a dança, gratuitamente.

Karina Padilha (Azul Celeste), idealizadora e curadora do evento, junto com os grupos após fim das apresentações em São Miguel dos campos.

          Além dos outros estilos de danças, aconteceram 21 apresentações de Danças Urbanas por grupos de vários cidades alagoanas (Maceió, São Miguel dos Campos, Arapiraca, Viçosa, Teotônio Vilela, Branquinha, Penedo, Santana do Ipanema, Santa Luzia do Norte, Matriz do Camaragibe e Marechal Deodoro), foi surpreendente saber que em algumas dessas cidades existem  guerreiros que representam as danças urbanas em sua cidade.




          Queremos destacar a etapa interior que ocorreu em São Miguel dos Campos, no ginásio de esportes, na qual mais de 10 grupos locais e de outras cidades fizeram desta Mostra um grande espetáculo para o público miguelense. Neste ano de 2013 nossa cidade abriu a programação da 11ª Mostra Alagoana de Dança simultaneamente com Arapiraca. E ainda tivemos o privilégio de sermos pauta de uma reportagem para a TV Gazeta, nosso telejornal local de Alagoas. Nesta etapa, os grupos miguelenses de danças urbanas destaques foram SM Nation e o grupo cristão Resgate Crew.





         E ainda vieram mais honra e reconhecimento da organização do evento para com nossa cidade, o grupo cristão de Danças Urbanas Resgate Crew participou da etapa Maceió como convidado especial do evento entre grupos como: Cia de Dança Maria Emilia Clark e Salto Cia de Dança, apresentando no palco do Teatro Gustavo Leite um fragmento de 13 minutos do contagiante Espetáculo "Nas Batidas do Coração", que estreou em julho deste ano no Teatro Deodoro - AL. Vale ressaltar que na 10ª edição (em 2012) o Resgate Crew também foi destaque entre os grupos de danças urbanas e apresentou no Teatro Gustavo Leite a coreografia "É proibido chorar", fragmento do "Espetáculo Juntos pela Paz".

          O Blog Hip-Hop Miguelense parabeniza a toda a comissão organizadora desta 11ª edição, pela simpatia, carinho e conforto no cuidado com os grupos e principalmente por dar oportunidade a muitos grupos amadores, com poucas condições financeiras, muitos deles do interior, a conhecerem novos grupos, cidades e principalmente a oportunidade de dançarem no palco do Teatro Gustavo Leite, o que motiva ainda mais os grupos de nossos estados ao crescerem e buscarem sempre uma maturidade técnica melhor.


Por: Wallace Procópio

terça-feira, 17 de setembro de 2013

Espetáculo Nas Batidas do Coração - Resgate Crew, no Teatro Deodoro e SESC AL

No Teatro Deodoro 

          O Teatro Deodoro e o SESC Alagoas abriram suas portas para as danças urbanas, através dos Projetos 14º Teatro Deodoro é o Maior Barato (31 de Julho) e 8º ALDEIA SESC (19 de Agosto), o grupo miguelense cristão Resgate Crew apresentou seu segundo espetáculo: Nas Batidas do Coração. 


No Teatro Deodoro


          Em 4 atos, o grupo transmite para o público através de coreografias contagiantes de Hip-Hop dance, step, breaking, krump, popping, tutting, locking e house, uma mensagem sobre as prioridades de nossa vida, inspirados no "coração" orgão que faz parte da anatomia do corpo humano, que bombeia sangue e vida, e também no que a bíblia afirma sobre o "coração" sede de nossos sentimentos e emoções.

SESC Alagoas - Poço 

          Com a direção de Wallace Procópio e Jamerson Carvalho, a montagem do espetáculo tem mais de 40 minutos de apresentação e durou aproximadamente 7 meses contou com um elenco de aproximadamente 25 pessoas, incluindo a participação do Bboy Alado (RCB - Recife - PE). O grupo segue apresentando o novo trabalho em igrejas, e vários eventos culturais. Para entrar em contato com o grupo ligue para: 82 9312 8157 (Operadora Claro).    




Leia também a matéria publicada no Site Alagoas Web



terça-feira, 28 de maio de 2013

O RAP está vivo em São Miguel dos Campos, conheça Ice'$ Jok - GH1.









          Os Ice'$ Jok ou GH1 (Gueto Hélio 1) é um grupo miguelense de RAP surgido oficialmente em outubro de 2011, pelos os componentes Dado Boy e Mc Reno. Atualmente, o grupo é composto por sete jovens integrantes, que se uniram pra cantar e criar rimas pela influência que grupos de outros Rap até hoje passam.


          As primeiras músicas (Aprendi, Você menina e Sonho) foram gravadas em 2012, e tiveram uma boa repercussão na cidade e nas quebradas do Hélio Jatobá I, lugar de origem do grupo.

           As suas letras falam sobre sentimentos e protestam pelas periferias de São Miguel dos Campos. Ainda em 2012, foram também gravadas: Deus por Nóiz, Até o Fim; Seu Amor; Ice’$ Jok; Me Desculpa Amor; Momentos e Rap Alagoano, que junto com as três primeiras musicas, formaram a mixtape Jokmania 2012.

          Em sua trajetória fizeram algumas apresentações, no Colégio Municipal Mário Soares Palmeira, no Burn de Breaking 2013 (evento organizado por nosso blog) e em eventos da Rede Jovem do Ministério Betel – Cidade Alta.

          O GH1 procura mais pessoas dispostas a seguirem este rumo, e alavancar o Rap em nossa cidade. O Grupo tem formado parcerias com outros grupos de breaking, popping e grupos de Rap como Os Engatilhados e Ícaro Daíne.

        Neste ano de 2013, eles prometem novos projetos, sempre em busca de influenciar e mostrar que o Rap na nossa cidade não foi esquecido. Em breve, estaremos publicando mais matérias sobre este e outros grupos de Rap de São Miguel dos Campos.





Alysson Bruno
(Equipe do Blog Hip-Hop Miguelense)

domingo, 26 de maio de 2013

Resgate Crew apresenta Espetáculo de danças urbanas no Teatro Deodoro em Julho


 


          O grupo cristão de danças urbanas Resgate Crew, de São Miguel dos Campos, pela segunda vez está participando da programação do projeto Teatro Deodoro é o Maior Barato, que acontece todas as noites de quartas-feiras desde 15 de maio até 20 de novembro de 2013, o projeto já está na 14ª edição.

          Neste ano, o Resgate Crew estará estreando o novo espetáculo de dança "Nas Batidas do Coração", no dia 31 de Julho, as 19:00 horas, no qual será gravado o primeiro DVD da equipe.


          Neste trabalho, o grupo se inspirou sobre o que a Bíblia cita a respeito do Coração Humano e dos cuidados que precisamos ter com nossos sentimentos e com aquilo que somos apaixonados, além de coreografias montadas a partir dos movimentos e da estrutura do coração e do sangue em nosso corpo, com um elenco de 12 a 20 dançarinos, o grupo dançará o espetáculo em vários estilos de danças urbanas: Hip-Hop Freestyle, Breaking, Step, Krump, Locking, Popping e House Dance. O grupo garante que vai ser muito difícil ficar parado enquanto se assiste a este espetáculo.


           Os ingressos já estão a venda na bilheteria do Teatro Deodoro ou com os componentes do Resgate Crew, e estão custando R$ 10,00 (Inteira) e R$ 5,00 (Meia/Estudante). 

        O espetáculo será imperdível, não deixe para a ultima hora, avise a seus amigos, compre já o seu ingresso.
           




Um pouco sobre o Resgate Crew:

           Com 14 anos na estrada, o Resgate Crew sempre foi vinculado ao Ministério Betel (São Miguel dos Campos-AL) como um grupo de evangelismo com arte nas ruas, escolas e durante os cultos do próprio Ministério Betel, ministrando a dança na igreja nos momentos de louvor e adoração. 


            Em 2006, sob a liderança de Jamerson Carvalho, o Resgate passou a trabalhar especificamente com danças urbanas. Além de viajar por várias cidades de Alagoas dançando em congressos e trabalhos de evangelismos para levar a palavra de Deus através do talento de dançar nas ruas, o Resgate Crew também passou por Salvador - BA (2009 e 2011) e Brasília - DF (2012). Inclusive, o grupo já dividiu o palco dançando com Frank Ejara, Popper Mask, Pacheco RCB, Bboy Puber e Bispo SB na Abertura do FADU (Festival Alagoano de Danças Urbanas), e com Jadson Jhones - Cia Josac (DF), no 2º Congresso Sacerdotes da Dança, em 2012. 



          Em 2012, o grupo foi pioneiro em estrear um espetáculo de danças urbanas no estado de Alagoas,  "Danças Urbanas: Juntos pela Paz" que protestou contra os altos índices de violência e homicídios de Alagoas, apresentado na 13ª edição do projeto Teatro Deodoro é o maior barato, o espetáculo contou também com a participação dos grupos convidados União Quilombrothers (União dos Palmares) e Made in Brasil (Maceió).





Serviço:

Espetáculo de danças urbanas "Nas Batidas do Coração" (Resgate Crew)
14º Teatro Deodoro é o Maior Barato
Data: 31 de julho de 2013
Horário: 19 h
Ingressos: R$ 10,00 (Inteira) e R$ 5,00 (Meia/ Estudante)
A venda: com Integrantes do Resgate Crew (9312-8157/9959-2392) ou no Teatro Deodoro (3315-5656)
Mais Informações: 

            

segunda-feira, 29 de abril de 2013

6º Abril Pró Hip-Hop (Maceió)

Nos dias 27 e 28 do mês de Abril, realizou-se um dos eventos mais esperados em Alagoas pra quem realmente é da cultura HIP-HOP.

            Essa é 6ª edição do evento chamado Abril Pró Hip-Hop, uma realização da Coletivo Cia Hip-Hop de Alagoas, a entrada foi grátis, na Escola Estadual Geraldo Melo dos Santos em Maceió, no Conjunto Graciliano Ramos. O evento abordou todos os elementos da cultura, MC, Breaking, Grafite e DJ. O evento contou com mais de cem pessoas, todos tinham algo a mostrar, um lugar onde você que curte Hip-Hop se sentiria em casa.
            
           O blog compareceu e abordou uma das pessoas responsáveis pela organização do evento. Ele se chama EMISSÁRIO e lhe foi perguntado sobre o processo de organização e se houve alguma dificuldade, em resposta ele disse:

 “Sempre há dificuldades falando de Hip-Hop, como o evento é conhecido, contou com vários apoios, ajudando na cobertura do evento.”

Depois foi lhe perguntado se o evento se preocupava em passar uma boa imagem da cultura Hip-Hop para as pessoas, em resposta ele disse:

           “O Abril Pró Hip-Hop não é só uma festa, é uma reunião onde as pessoas da cultura hip-hop se encontram pra fazer o que sabem de melhor. E claro que sempre é bom passar uma boa imagem. Como exemplo, no evento não foi permitido a venda de bebidas e cigarro.”

Houve uma batalha de Break, onde equipes de cinco B-Boys e B-Girls competiram na busca da premiação. Mas antes do inicio da competição foi pregada um pouco da Palavra de Deus pra quem estava ali.


              Foi uma batalha limpa e instigante, de fase em fase a crew União Quilombrothers foi campeã, contra a crew Vila Style.
              Um dos B-Boys da crew foi entrevistado e lhe foi perguntado como ele se sentiu ao se sair vencedor. O apelido dele é CHOQUITO e se chama Eves, e em resposta ele disse:




“Ganhar sempre é bom, mas a gente também viu o lado da humildade, por que tem gente ganha e não é humilde.”

            Depois lhe foi perguntado se ele aprendeu algo participando do evento:

            “Todo evento você aprende algo, tanto pro bem ou pro mal, acabei ganhando mais experiência e respeito pelos os outros B-Boys.”







E além da premiação da crew campeã, houve a premiação do B-Boy destaque, aliais, a B-Girl destaque:


Ela se chama Mônica (B.girl Mony) e no meio dos marmanjos se destacou como B-Girl Destaque, ela é da crew União Quilombrothers. Não só ela foi destaque, mas a crew de B-Girls “Estilo Feminino” mostrou grande habilidade, vencendo várias crews.


 Um dos B-Boys daqui de São Miguel dos Campos participou de uma das batalhas, o B.boy . (Edward Santos)


Já no RAP, vários grupos se apresentaram, como Magojow Scheneider, Frick ZN, U-MildMente Rap, Cia Hip-Hop...


              Pra representar nossa cidade, o rapper Ícaro Daini (21 anos) se apresentou pela primeira vez nesse evento, dando orgulho pra São Miguel mostrando que o rap em nossa cidade não foi esquecido. Ele também foi entrevistado e citou a grande satisfação que foi rimar num evento grande e conhecido como esse.






 Em entrevista nós o perguntamos se ele aprendeu, algo participando desse evento, ou se devia melhorar alguma coisa:

“Uma coisa que eu aprendi hoje é que faça você mesmo, por que eu contava com uns caras aí, ai acabaram não vindo, então não espere por ninguém.”

Também foi perguntado se havia algum projeto futuro, sua inspiração e com quantos anos começou a cantar rap:

“Eu comecei a cantar rap com 13 anos de idade, com inspiração do rapper Alex do NSC (Neurônios Sub-Conscientes). E vêm aí novos projetos, músicas e parcerias.”

O rapper Magojow Scheneider e organizador do evento, foi bem simpático e humilde e aceitou ser entrevistado pela nossa equipe, em entrevista lhe foi perguntado se das quatro vezes que ele se apresentou no Abril Pró Hip-Hop, ele sempre aprendia algo:


“Cara, eu aprendo que em cada show a esperança não morre, a esperança de que almas podem ser resgatadas pelo Hip-Hop.”

             O rapper iniciou sua carreira no rap nacional no ano de 2001 e tem como estilo o Rap Gangster, depois foi lhe perguntado qual era sua inspiração e nos surpreendeu com a resposta:

            “Minha inspiração são vocês, a rapa que curte rap, essa é minha inspiração, são vocês que me julgam, eu faço o meu som pra vocês, eu não vou fazer um rap e dizer que eu sou o cara, meu som é 10, nada disso, meu som é pra vocês pensarem, nada de apologia ao crime, eu não quero isso pras minhas letras, tá entendendo.”

            Os Criminalz Crew (Wiiu Tellyz & Zaak Teê) mostraram um pouco de “popping” que se mistura com a cultura Hip-Hop, eles são daqui de São Miguel e representou.


            E também a rapa do skate, que apesar de não serem elementos da cultura hip-hop, se juntaram com a galera e compareceram no evento, fortalecendo a cena da juventude.


Foi um evento que deu um gosto de quero mais, que ensinou que a cultura hip-hop não é só uma cultura, é uma família, onde todos os elementos e todos os manos se juntam pra mostrar a beleza da música, da dança e da pintura.
Lembrando que todo ano tem e ano que vem, se Deus quiser nós do Blog e uma grande rapa de São Miguel vai estar lá. Então, até o 7º Abril Pró Hip-Hop.





Alysson Bruno e Darlhin Araújo
Equipe do Blog Hip-Hop Miguelense









terça-feira, 9 de abril de 2013

Pessoas com Deficiência na Cultura Hip-Hop


Não é difícil encontrar pessoas com deficiências dentro da cultura hip-hop, seja física, visual ou auditiva. Em vários lugares encontram-se pessoas com a capacidade de realizar essas proezas, que vocês vão ver aqui em baixo:

Você deve estar se perguntando: “Como é que um deficiente físico pode dançar breaking?”

Essa é a reposta:


Luca Patuelli nasceu em 28 de julho de 1984 em Montreal, Canadá. Ele nasceu com artrogripose, um distúrbio muscular que afeta as pernas. Foi apelidado de “Lazylegz”. “Lazy Leg” na tradução para o português significa “perna preguiçosa”. “Irônico não?”

Em 1999, aos 15 anos de idade descobriu o “B-boying” também conhecido como breakdancing. Ele começou a aprender movimentos e modificá-los para criar seu estilo próprio que exigia tanto a força da parte superior do corpo como o uso de muletas. Assim nasceu o apelido “Lazylegz”. 

Em 2007, Lazylegz criou o grupo “ILL-Abilities”, composto dos melhores dançarinos com deficiência do Canadá, EUA, Chile e Holanda. O objetivo do grupo é mostrar ao mundo que, você pode ser otimista, criativo e adaptar-se a qualquer situação, pois qualquer coisa é possível. Juntos, eles levam ao mundo a mensagem “Sem desculpas, Sem Limites”.


E você já imaginou um rapper surdo? Não? Esse é Marko Vuoriheimo, 34 anos, surdo.




O artista contou a São Paulo, por e-mail, como faz para costurar as batidas à narrativa de gestos com que conta histórias. “Sinto a música, literalmente. Porque o grave do som vibra mais, então corre no meu sangue.”

Ele completa a tremedeira do ritmo com letras autobiográficas. Uma fala de quando era criança e sonhava em aparecer na MTV, mas ouviu da professora que aquilo não era possível.

Ah! A cada representante da cultura que passa fica mais interessante não é? Então conheça o Pascal Kleiman: 




Um DJ que usa os pés – em vez das mãos – para mixar discos se tornou uma estrela.

Radicado na Espanha há 26 anos, nasceu sem braços devido a uma malformação fetal causada pelo medicamento talidomida, ingerido por sua mãe na gravidez.

A deficiência física, no entanto, não o impediu de tentar a carreira de DJ.

Como Kleiman conta no documentário espanhol Héroes, “no hacen falta alas para volar” (“Heróis, não é preciso asas para voar”, em tradução livre).


Deficiência e Grafite:




Pode parecer absurdo, mas um artista americano cria grafite em braile.

Inspirado pela ideia de fazer com que as pessoas prestem atenção no que as cerca, o artista multimídia Scott Wayne Indiana, de 34 anos, inventou o grafite em braile. Trata-se de um adesivo – ou “sticker”, como é chamado – com cinco tipos de frases escritas na linguagem para deficientes visuais.

“A maioria das pessoas não enxerga. Não apenas aquelas que têm deficiência visual”, diz Scott, que espalhou suas criações pelas ruas de Portland, nos Estados Unidos, no fim do ano passado e vem recebendo mensagens de artistas que adotaram a ideia em outras regiões. “Os stickers são feitos para os deficientes visuais, mas também funcionam como um símbolo para os pedestres que não se importam com o que existe à sua volta.” 

Ele conta que muita gente achou a ideia estúpida, imaginando que pessoas cegas não encontrariam os adesivos. “Eu acho uma crítica engraçada. É como dizer que uma ilha tropical não é bonita porque ninguém vai lá. Bem, eu estou tentando levar as pessoas para lá. Fale sobre a ilha, e não sobre a impossibilidade de chegar nela.” 

Aqui em São Miguel dos Campos também se encontra pessoas assim, mas o que mais se destaca é esse:


Maycon Souza Pereira, ele é surdo, e por incrível que pareça ele dança breaking.

Mais conhecido como “mudinho”, ninguém entende como ele consegue dançar no ritmo das batidas. Ele sempre está por aí em Rodas de Break e rachas nas quebradas de São Miguel. Quem já viu ele dançando, sabe do que ele é capaz.

A Cultura Hip-Hop não é exclusiva, é pra quem sentir que é da família, você poder ser jovem, idoso, negro branco. É exatamente pra todos os públicos. Nossa cultura é show.


Alysson Bruno
Equipe do Blog Hip-Hop Miguelense


quarta-feira, 27 de março de 2013

BURN DE BREAKING 2013 (Feira da Ponte - SMC)




           Uma brincadeira que virou a sensação das noites na tradicional feira da ponte (na praça multi eventos de São Miguel dos Campos), o BURN DE BREAKING é uma competição de dança, mas que tem por objetivo celebrar uma grande festa da Cultura Hip-Hop.

 
          Nesta terça (26/03/13) aconteceu a 2ª edição deste evento. Os jurados convidados foram os Bboys: Duh (SMC), Faispinho (MCZ) e Coroa (MCZ). E ainda, comandando nossa festa com sua voz instigante: Nego Love (Bboy e M.C.) de Maceió. Tivemos participações dos grupo de dança de rua Criminals Crews Valents e de RAP com o grupo GH1 Ice$ Jok.


          A competição entre os 8 bboys inscritos durou 30 minutos, o vencedor do jogo foi o Bboy Daven (DavidK.), que também venceu a Batalha dos Caetés em 2011.


          A equipe do Blog Hip-Hop Miguelense agradece ao apoio da Prefeitura Municipal de nossa cidade, que organizou a feira e, a Casa da Cultura, aos bboys e rappers que se disponibilizaram para fazer este evento acontecer e ao público miguelense que foi nos prestigiar nessa grande festa.  




           Clique aqui e confira também a materia sobre o Burn de Breaking que aconteceu em 2012.

           Confiram abaixo, um vídeo exclusivo gravado nos bastidores do evento.




Rosangela Mendonça
Equipe do Blog Hip-Hop Miguelense

sábado, 16 de fevereiro de 2013

Workshop de Popping com Mask (16/02/13)






Hoje, dia 16/02 realizamos o Workshop de popping com o POPPER MASK de Paulista – PE, no Colégio Visconde de Sinimbú em São Miguel dos Campos, onde ele compartilhou suas habilidades e experiências adquiridas em sua carreira profissional com uma turma de 25 jovens. 



Pela manhã, ele realizou sua aula prática e teórica com as bases (iniciantes) do popping.
No inicio da tarde voltamos com as aulas com força total onde foi montada coreografias e dicas para improvisos na roda.




MASK falou também sobre sua experiência com o popping que já tem ha 04 anos, deu várias dicas de como começar as bases para dançar e fazer carreira solo. “Entrou na roda, tem que dançar!’’ - Essa é a frase que POPPER MASK disse para dar incentivo para a galera de São Miguel dos Campos. 

Sempre treinar, nunca desistir e buscar uma referência para se inspirar. Quem acredita sempre alcança com fé em Deus.

Para ver todas as fotos tiradas durante o evento, basta clicar na imagem abaixo!







Douglas Guilherme
Equipe do Blog Hip-Hop Miguelense 

sábado, 2 de fevereiro de 2013

A passagem de Bboy Coroa por São Miguel dos Campos

          Um Salve a todos os que sempre acompanham nossas matérias, em 2013 estamos preparando muitas novidades para vocês e, para começar, confiram este depoimento que o Bboy Coroa (União Quilombrothers) gravou em fevereiro de 2012, isso mesmo, depois de um ano, estou postando esta matéria (rsrsrsrs), Coroa fala sobre a passagem dele em São miguel dos Campos, enquanto morou com seu tio aqui por um ano e dois meses.



          Bboy Coroa teve seu primeiro contato com o Breaking em Uberlandia - MG e logo depois veio morar no Bairro Osman em Maceió-AL, neste lugar, juntamente com seus amigos conheceu outras pessoas que dançavam Breaking e com o tempo passou a conhecer melhor a dança breaking e a treinar junto com eles. Houve um periodo em que ele saiu de Maceió para morar em nossa cidade, onde treinando, conheceu outros amigos que também buscavam aprender mais do Breaking por aqui, muitos bboys miguelenses o consideram como o primeiro a fazer power moves em nossa cidade. Logo depois, ele retornou a Maceió, onde permanece morando até hoje.
 

 

          Ele já participou de varios campeonatos, considerando o mais inesquecível o EDACRA em Pernambuco, que participou em 2011 junto com a Crew União Quilombrothers. Coroa em entrevista ao Blog, cita que sua maior dificuldade ao longa dessa trajetória com o Breaking foi o apoio da familia, que preferia que ele se dedicasse apenas aos estudos, afirmando que dançar não daria um "futuro" para ninguém. Infelizmente, ouvir comentários como este nos dias de hoje é bastante comum para muitos que se envolvem qualquer estilo de dança, principalmente com Danças Urbanas.

           Confiram o video com a entrevista acessando este link aqui: http://www.youtube.com/watch?v=YNp25wIiiTM&feature=youtu.be

Nós do Blog Hip-Hop Miguelense agradecemos ao bboy Coroa pela entrevista dada e por sua contribuição para a evolução desta Cultura em nossa cidade.

Blog Hip-Hop Miguelense, reconhecendo a trajetória de quem faz história por onde passa.
           
Fiquem a vontade para deixar seus comentários sobre a matéria.


Um forte abraço a todos...


Wallace Procópio